Google

YouTube revela plano de combate aos conteúdos extremistas

O YouTube acaba de anunciar um plano de ação para combater os conteúdos problemáticos, aprofundando medidas concretizadas ao longo do último ano.

Reforço humano, melhor tecnologia, maior transparência e uma nova abordagem à publicidade são algumas das medidas previstas.

O objetivo da plataforma de vídeos é combater os conteúdos de extremismo violento. Estes desenvolvimentos foram tornados públicos num post de Susan Wojcicki, CEO do YouTube.

“Estamos a adotar estas medidas porque é correcto fazê-lo. As ameaças à plataforma evoluem, pelo que também as nossas respostas e métodos de atuação têm de o fazer, para combater estas ameaças”, refere.

“O compromisso de combater estas ameaças será sustentável e inabalável. Iremos tomar as medidas necessárias para proteger a nossa comunidade”, realça ainda.

O processo humano de revisão continua a ser essencial para a remoção de conteúdos e para os sistemas de treino de machine learning (auto-aprendizagem de máquinas) porque o julgamento das pessoas é crítico para tomar decisões sobre os conteúdos em função do contexto.

Em 2018, o YouTube terá mais pessoas a controlar os conteúdos – cerca de 10 mil.

Desde junho, as equipas de segurança reviram manualmente quase dois milhões de vídeos com potenciais conteúdos de extremismo violento.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir