Animais

Vídeo: Piloto português abdica da vitória no rali para salvar um cão

Carlos Matos participava no Constálica Rallye Vouzela, prova organizada pelo Gondomar Automóvel Sport. Depois de três vitórias nas edições anteriores, seguia em alto ritmo para revalidar o título. Mas um pequeno cão desorientado surgiu-lhe no caminho e o piloto português deixou a competição para segundo plano, preferindo salvar a vida do animal. Veja o vídeo.

Há vitórias sem ceptro. São aquelas que mais engrandecem quem as conquista. É o caso de Carlos Matos, que a bordo de um Ford Fiesta R5 colocou o coração à frente da velocidade para poupar a vida de um cão.

Numa passagem pela Madremax/Penoita, a especial mais longa do Constálica Rallye Vouzela, prova do Gondomar Automóvel Sport, pontuável para o campeonato regional do centro, o piloto de São Pedro do Sul foi surpreendido pela presença de um cão na estrada.

Sem hesitar, provocou um pião que reduziu o espaço de travagem. Manobra suficiente para “não aleijar o bicho”, como se ouviu num comentário, no vídeo que um espectador fazia.

Carlos Matos perdeu muito tempo com a manobra, até porque ficou em sentido de marcha invertido. Não revalidou o título na prova, mas este troféu ninguém lho tira: caiu no coração de quem ama animais.

Aquele cão sobreviveu, graças ao amor que Carlos Matos nutre pelos animais.

“Nesta vida não vale tudo. Quem me conhece sabe que tenho uma enorme admiração por animais. Tenho em minha casa cinco cães, havendo um que, à noite, não se deita enquanto eu não chegar. Se o episódio se repetisse hoje, faria exatamente a mesma coisa”, afirmou Carlos Matos.

A prova, que teve 60 inscritos, terminou com triunfo da dupla Vítor Pascoal e Pedro Alves.

Veja o vídeo do momento que determina uma derrota, mas, acima de tudo, a prioridade de Carlos Matos:

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir