Internacional

Vídeo ‘picante’ de Meghan Markle vai ser prova em tribunal

Um tribunal francês vai poder ver vídeos e fotos provocantes de Meghan Markle… em trabalho. Isto porque uma produção da nova princesa vai ser apresentado como prova num processo judicial.

Em causa estão as famosas fotos de Kate Middleton em topless, publicadas pela revista francesa Closer em setembro de 2012.

A princesa Kate processou a revista e os advogados desta informaram, hoje, que vão apresentar um vídeo da mais recente princesa do Reino Unido, a estadounidense Meghan Markle, bem… ‘caliente’.

Nessa produção para a Men’s Health, em 2013, Meghan Markle surge em poses provocantes e com roupas reduzidas, chegando mesmo a fazer um striptease.

E como é que as fotos de Meghan podem ser usadas contra Kate?

De acordo com o advogado Paul-Albert Iweins, a queixosa está a agir de má-fé porque “há membros da família real” (ou seja, Meghan Markle) que estão “satisfeitos por terem feito fotos sensuais”.

A defesa alega que a princesa Kate é “hipócrita” por exigir uma compensação monetária (quase 105 mil euros) quando a cunhada, a princesa Meghan, se predispôs de boa vontade para uma produção sensual.

Os advogados da revista pretendem assim ‘reduzir’ a moldura penal em caso de condenação, uma vez que as fotografias a Kate Middleton, em topless num terraço, foram registadas sem o consentimento dela.

“O valor é exagerado para um caso de violação da privacidade”, insistiu Paul-Albert Iweins.

Veja o vídeo que vai ser usado como prova em tribunal.


Mais partilhadas da semana

Subir