EUA

Vídeo: Morte em direto no Facebook pode estar relacionada com luta de gangues

A polícia de Chicago suspeita de que a morte transmitida pelo Facebook, num vídeo em direto, poderá estar relacionada com uma luta de gangues. O tiroteio, recorde-se, tirou a vida a um homem e a uma criança, de 2 anos. O vídeo estava a ser feito por uma mulher grávida, que ficou ferida. As imagens podem perturbar as pessoas mais sensíveis.

Um homem e um menino de 2 anos perderam a vida num ataque a tiro, no momento em que uma mulher grávida conduzia um automóvel.

As autoridades suspeitam de que o ataque se tenha devido a uma luta de gangues. A mulher que filmou o tiroteio ficou ferida, mas não corre risco de vida, assim como o feto.

O crime foi transmitido num vídeo em direto no Facebook. É mais um caso de morte que é emitido sem filtros, nas redes sociais.

A comunidade local manifestou-se revoltada com o crime. Apesar de tudo, ainda não foram feitas quaisquer detenções.

As imagens são perturbadoras.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: