EUA

Vídeo: Menino sem braços expulso de restaurante por comer com os pés

Uma criança de 3 anos foi expulsa de um restaurante por mexer no frasco do xarope com os pés. Isto porque William Bancroft nasceu sem braços. A gerente justificou a ordem de expulsão com os regulamentos de higiene.

Pela primeira vez, a família Bancroft resolveu tomar o pequeno-almoço no Ihop de Hot Springs, no estado do Arkansas.

De acordo com a queixa da mãe, Alexis Bancroft, o menino pediu panquecas e pegou no frasco de xarope para o aplicar.

Só que William Bancroft nasceu sem braços e aprendeu, na terapia, a fazer as coisas com os pés.

Devido à deficiência, a criança estava sentada na mesa, para poder chegar aos objetos.

A gerente do restaurante não gostou do que estava a ver e, alegando violação das normas de segurança, expulsou a criança.

“Eu perguntei-lhe se ela pergunta a todos os clientes se lavaram as mãos antes de pegarem no frasco”, afirmou a mãe do menino.

Mas a ordem de expulsão estava dada, pelo que a família Bancroft teve de abandonar o local.

Mais tarde, a gerente ‘caiu na realidade’ e pediu desculpa. A mesma não foi aceite.

“Ela disse que não teve intenção de discriminar o meu filho, mas agora não dá para voltar atrás. No dia seguinte, o meu filho já não queria sentar-se na mesa, mas na cadeira não consegue chegar às coisas”, adiantou Alexis Bancroft.

O caso tornou-se viral e a administração da cadeia Ihop já pediu publicamente desculpa à família.

“Vamos reforçar a formação dos nossos funcionários para assegurar que o serviço é igual para toda a gente, sejam ou não clientes com deficiência”, frisou Darren Rebelez, o presidente da Ihop.

Vários jornais dos EUA têm tentado contactar a gerente, que se encontra de baixa.


Mais partilhadas da semana

Subir