Nas Redes

Vídeo: Hernâni fala em bastão mistério usado para espancar benfiquista

Hernâni Carvalho mostrou-se indignado e irritado, nesta terça-feira, no seu espaço ‘Crónica Criminal’, no ‘Queridas Manhãs’, da SIC com as justificações dadas pelo Subcomissário da PSP, Filipe Silva, em Tribunal, sobre as agressões a benfiquistas, em Guimarães. Hernâni questiona mesmo a PSP (e pede esclarecimentos) sobre o uso de um bastão de cor metálica. “Que bastão é este?”. Veja o vídeo.

“O senhor oficial pega no bastão e dá uma valente bastonada. Depois arruma o bastão longo (…) e com um bastão pequeno dá-lhe uma carga de pancada”, começou por explicar, lembrando que o Subcomissário disse em Tribunal que “teve medo”, nesta situação, para justificar as agressões.

Se tem medo… “o melhor é comprar um cão”

“Acho muito estranho como é que um Subcomissário que está à frente de uma força de intervenção tem medo. Se tem medo a chefiar aqueles homens todos, tem de mudar de profissão. O individuo que é chefe de uma força, se tem uma força de intervenção musculada e com dois cidadãos sente medo, então, o melhor é não ir. O melhor é comprar um cão.”

Depois, Hernâni fala no referido bastão mistério, que diz não saber que a PSP usava este tipo de arma.

“Há um detalhe que não ouvi ninguém falar. O senhor Subcomissário usa um bastão que eu não conhecia na polícia. O bastão que ele tem na mão eu não conhecia como arma da polícia. Que bastão é este? É um bastão que parece metálico”, salientou.

Hernâni Carvalho explica que o bastão da farda que “toda a gente conhece” é “um grande que as forças de intervenção mais musculadas usam”.

João Paulo Rodrigues questionou, então, Hernâni Carvalho se o Subcomissário estaria na posse de um bastão não regulamentado na PSP.

“Eu não sei que arma é aquela. Nunca tinha visto”, referiu, mostrando-se indignado.

“Um oficial da polícia anda cinco anos na escola de polícia – paga por nós – e não pode ter impulsos. Para isso é que é treinado… para não ter impulsos, para não mentir, para fazer cumprir a lei”, salientou, acrescentando.

“Os oficiais de polícia com os quais falei não percebem esta atitude”, salientou, dizendo que “estavam polícias de choque suficiente” no local.

Veja o vídeo a partir dos 22:10

“Até deu para o polícia de choque fazer de ama e tomar conta de uma criança”, revelou, lembrando o polícia que, naquela momento, acabou por pegar no filho do adepto agredido e afastou o rapaz.

E voltou à questão do bastão.

“O que não lhe perguntaram no Tribunal é que bastão que ele utilizou, porque ele usou dois. Eu não sei que instrumento é aquele de cor metálica que ele usou para espancar numa segunda vez o cidadão. Esta arma eu não conhecia na polícia. É uma arma de cor metálica (…) que eu não conhecia na farda da PSP muito embora admita que a farda da PSP tenha coisas que não conhecemos”, frisou.

Hernâni Carvalho deixou ainda claro que se esta arma for legal é “excelente”. Porém, se não for legal deixa a questão…

“O que faz um oficial de polícia a andar com aquilo?”

Os factos, recorde-se, ocorreram em maio de 2015 e, na altura, as imagens das agressões aos benfiquistas causaram grande polémica.

O oficial de polícia foi ouvido, nesta segunda-feira, sobre estes factos.

Veja o vídeo:

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: