Nas Notícias

Vídeo: Filha de vítima da legionella indignada pela interrupção do velório

Sónia Costa, filha de uma vítima de legionella, revela que a família foi informada de que não seria necessária realização da autópsia. Em declarações à CMTV, garante que os familiares confrontaram os médicos sobre essa questão e que lhes foi dito que a decisão cabia à família. A indignação marca o seu discurso, poucos momentos depois da suspensão do velório da mãe, para que fosse feita a autópsia ao corpo. Veja o vídeo.

“Nunca nos foi dito nada. No dia em que ela faleceu, os médicos disseram que não era preciso autópsia e que a escolha seria nossa. Falámos entre os filhos e decidimos que não era para ser autopsiada. A escolha foi nossa”, revela Sónia Costa, filha de uma das duas vítimas da legionella.

Recorde-se que os velórios foram interrompidos ontem, para que os corpos fossem submetidos àquele exame. A decisão, cumprida pela polícia, gerou enorme indignação.

Apesar de tudo, a prioridade da família, neste momento, não é encontrar responsáveis:

“Neste momento, o que nós queremos é que nos libertem o corpo. Queremos enterrá-la com a dignidade que ela merecia”.

Ontem, momentos depois de ser retirado o corpo da mãe durante o velório, Sónia Costa não escondeu a sua indignação:

“O que importa, neste país, é pôr o dinheiro ao bolso. Manutenções nos hospitais? Para quê!? Guarda-se o dinheiro no bolso! Nós pagamos impostos para quê? Guarda-se o dinheiro no bolso. A legionella aparece por falta de manutenção nos hospitais”.

O Governo já reagiu e lamentou o incómodo provocado.

Veja o vídeo, com declarações à CMTV:

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir