Insólito

Vídeo: Condutor deteta fraude em posto de combustível

Um homem parou o veículo para encher o depósito, cuja capacidade não ultrapassa os 55 litros. Acontece que o condutor teve de pagar mais de 60 litros, em dois abastecimentos, sugerindo que o posto adultera os dados das bombas. Revoltado, exigiu provas. E as suas suspeitas confirmaram-se. Veja o vídeo.

O episódio ocorre no Brasil. Um homem tenta provar que os consumidores de uma bomba de gasolina pagam mais do que a quantidade de combustível que colocam nos automóveis.

O condutor sabe de antemão que o seu veículo tem um depósito de 55 litros. Logo, se o encher não poderá pagar mais do que essa quantidade.

Mas não é isso que sucede. Num dos abastecimentos, são-lhe cobrados mais de 69 litros. Noutro, ‘abastece’ 66 litros.

O condutor fala em fraude, através de um processo de adulteração dos registos da máquina, que obriga os consumidores a pagar mais produto do que aquele que realmente levam.

Mas vai mais longe e exige que lhe provem que o automóvel tem mesmo os 66 litros (mais reserva) que a bomba obriga a pagar.

Segundo a sua versão, o veículo tinha apenas… 45 litros.

Veja o vídeo.


Mais partilhadas da semana

Subir