Nas Notícias

Vídeo: Comprimido digital avisa o médico das falhas do paciente

Um comprimido digital, que informa o médico sobre a hora em que foi tomado e qual a dosagem, foi aprovado pelo regulador do medicamento dos EUA.

A aprovação do Abilify MyCite foi encarada com muito entusiasmo pela comunidade científica, enquanto gera alguns apreensões nos movimentos pelas liberdades cívicas.

O Abilify MyCite é o sensor, do tamanho de um grão de areia, que equipa os comprimidos e envia várias informações sobre a toma desses comprimidos para um smartphone.

O composto que envolve o comprimido, feito de silicone, cobre e magnésio, é desfeito pelos ácidos do do estômago, enviando então um impulso elétrico com a informação sobre a toma.

O adesivo que recebe esse sinal (e que tem de ser trocado semanalmente) regista ainda outros dados, como o batimento cardíaco, o número de passos que o paciente dá e até as horas de sono.

Por regra, a informação é enviada para o telemóvel do paciente, podendo este carregar a mesma posteriormente para uma base de dados acessível ao médico.

Este comprimido digital está associado  a um fármaco, o Abilify, utilizado no tratamento de esquizofrenia, transtorno bipolar e como complemento terapêutico na depressão.

O regulador do medicamento dos EUA aprovou o Abilify MyCite com alerta para os efeitos secundários, como “náuseas, vómitos, prisão de ventre, dores de cabeça, tonturas, falta de controlo nos movimentos, ansiedade, insónia e inquietação”.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir