EUA

Vídeo: Clientes negam gorjeta por empregada ter pele escura

Kelly Carter, uma empregada de mesa de um restaurante em Ashburn, na Virginia, Estados Unidos, teve uma surpresa quando leu um comentário deixado por clientes no talão, no fim de semana passado.

O serviço da funcionária foi elogiado, mas a cor de pele da mesma foi o fator fundamental para o casal não deixar gorjeta. “Ótimo serviço, mas não damos gorjeta a negros”.

A funcionária disse à NBC que o casal teria por volta de 25 anos e que voltaria a atendê-los. “Uma manifestação de ódio não me pode parar”, acrescentando que ficou chocada quando leu o comentário no talão: “Olhei para o recibo três vezes porque fiquei chocada. Nunca tinha visto uma coisa assim”, finalizou.

O dono do restaurante, Tom Tellez, diz que ficou horrorizado com o sucedido e que considera ser um ato “terrível, desanimador e ultrajante”.

No entanto, a empregada de mesa tem recebido um forte apoio por parte das pessoas. Há já uma campanha online para angariar uma gorjeta coletiva para Kelly que já ultrapassou os dois mil euros.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir