Mundo

Vídeo: Agressão bárbara de militares sobre mulher indefesa choca Egito

violencia_egitoImagens de uma mulher a ser espancada incendiaram os ânimos na capital do Egito, com mais de 20 polícias a agredirem de todas as formas uma mulher indefesa. No Cairo, milhares de manifestantes continuam os protestos contra a repressão dos militares. Hoje, morreram três pessoas na Praça Tahrir.

Um vídeo divulgado na Internet mostra mais de duas dezenas de polícias, que espancam um homem e uma mulher, com bastonadas e pontapés. A mulher fica seminua e com ferimentos graves, quase inerte. Apesar da sua condição, os militares continuam a agressão, arrastando a mulher pelo chão, pontapeando-a no peito.

A cena de violência extrema chocou o Egito e levou ainda mais pessoas para as ruas, nesta cruzada contra a repressão. Em nome da honra daquela mulher agredida, muitos prometem juntar-se aos protestos.

Desde a passada sexta-feira, morreram já 14 pessoas, em virtude dos protestos – número provisório, em constante atualização. Só na manhã desta segunda-feira, três pessoas foram baleadas pelos militares, que abriram fogo na Praça Tahrir.

Veja as imagens

Mais partilhadas da semana

Subir