Crónicas

Uma série de más decisões ?

«Eu não falhei. Apenas descobri 10.000 maneiras em que não funciona.»

Thomas A. Edison

Espanha está a viver o seu pior pesadelo, o movimento a favor da independência continua a ganhar impulso.A esperança de que a autonomia iria fazer o desejo de independência desaparecer ao longo das gerações não se concretizou.

Com o anúncio de um referendo sobre a independência na Catalunha a 1 de outubro, o governo de Madrid prefere não arriscar e toma medidas.

E a situação deixa o campo do diálogo possível e passa para acção e reacção.

A escolha de Madrid poderá ser um efeito do Brexit e do resultado do referendo na Escócia? Em que os resultados finais tiveram diferenças mínimas. Madrid opta por não arriscar chegar a esse ponto.

Os dois lados tomaram decisões que os levaram a uma situação em perder será desastroso para ambos.

O risco pode manifestar-se de outra forma, ao não permitir pode extremar as posições ainda mais, e qualquer medida pode ser vista como uma punição e desencadear uma série de acontecimentos de desfecho imprevisível. A Catalunha pode esquecer as suas diferenças internas e apresentar uma frente unida.

O desejo de independência sobreviveu à passagem dos séculos e a uma ditadura, talvez a oposição aberta não seja a melhor das escolhas.Ao colocar as coisas da forma como colocou Madrid arrisca a que a maioria do povo da Catalunha mostre de forma que não deixe dúvida a ninguém qual a sua vontade.

A Catalunha já descobriu como não conseguir ser independente, mas basta encontrar uma que funcione…


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir