Mundo

Troca medicina pela cozinha com canábis

Muitos são aqueles que abandonam um curso superior para perseguir um sonho. No entanto, ninguém o fez de forma tão radical como o norte-americano Christopher Sayegh, que trocou a profissão de médico pela de chefe de cozinha, em que o ingrediente especial é a canábis.
Christopher estava no segundo ano da licenciatura em medicina, na Califórnia, quando decidiu mudar o rumo da sua vida.
“Estava na Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, quando me imaginei a cozinhar em cozinhas profissionais pelo mundo todo”, disse em conversa com a agência de notícias Reuters.

Atualmente, Christopher é o dono e cozinheiro chefe no “The Herbal Chef”, situado em Los Angeles, em que a canábis é incluída em cada prato, através da extração do componente psicoativo da substância, o THC, retirado das folhas da planta.

O sabor da marijuana não se sente no prato e o efeito está presente em “micro-doses” a cada dentada.


No entanto, quem quiser desfrutar desta comida inovadora terá que apresentar um cartão médico que autorize o consumo de canábis.
“Trabalhei 15 horas por dia, seis dias por semana e senti que estava a ser torturado na maior parte do tempo, tudo pelo meu sonho. Mas deixem-me dizer-vos: valeu a pena cada dia”, garantiu Chris.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: