Desporto

Treinador do Paços: “Não houve cuspidela”

João Henriques, treinador do Paços de Ferreira, garantiu que Sérgio Conceição não lhe cuspiu, no final do jogo entre pacenses e portistas. “Não houve cuspidela”, assegurou, dizendo que não guarda mágoa ao técnico dos dragões.

“Não houve cuspidela nenhuma. Houve um desabafo final do Sérgio Conceição, coisas normais do futebol. O Sérgio não foi correto, mas não há nada mais do que isso”, explicou o treinador dos castores, em declarações ao jornal O Jogo.

Sobre o facto de Sérgio Conceição o ter deixado de mão estendida, João Henriques desvaloriza a situação.

“Foi uma atitude irrefletida, eu compreendo. Já disse isso ontem e repito.”

O técnico dos pacenses explicou ainda que, depois de refletir, Sérgio Conceição irá perceber o que aconteceu.

“Percebo a frustração do momento e ele teve uma atitude que não foi correta, creio mesmo que está toda a gente de acordo em relação a isso, mas são situações que acontecem naturalmente. O Sérgio vai refletir sobre isso e a situação é facilmente ultrapassável.”

João Henriques disse ainda que, se voltar a estar com Sérgio Conceição, lhe irá estender a mão.

“Não tenho nenhum rancor”, disse.

Já durante esta tarde, recorde-se, fonte do Paços de Ferreira tinha garantido que Sérgio Conceição não tinha cuspido em João Henriques.

Mal Bruno Paixão apitou para o final, Sérgio Conceição dirigiu-se para o centro do terreno e deixou o colega de profissão de mão estendida.

Mais partilhadas da semana

Subir