Desporto

Vídeo: Treinador do Paços arrasa Sérgio Conceição

O treinador do Paços de Ferreira foi arrasador na resposta a Sérgio Conceição que o deixou de mão estendida em pleno relvado, depois do jogo onde os pacenses derrotaram os portistas. João Henriques diz que o episódio fica “na consciência” de Sérgio Conceição.

“Foi por isso que o FC Porto perdeu? Foi por estar atento ao que o João Henriques estava a dizer aos jogadores, provavelmente…”, começou por dizer o treinador dos castores, em conferência de imprensa.

Para Sérgio Conceição ficou ainda um recado.

“Devia estar mais atento ao que os jogadores do FC Porto estavam a fazer e dar-lhes instruções lá para dentro, para o FC Porto ser melhor. Se calhar foi por isso”, salientou o treinador da equipa do Paços de Ferreira.

“Não pode ter dito isso só por uma simples razão. Se houvesse um microfone comigo seria mais um facto de que eu não disse a ninguém para se deitar para o chão, não disse a ninguém para simular lesões, não disse a ninguém nada disso. Nós estávamos cansados, tínhamos jogadores com pouco cãibras, estavam exaustos porque o FC Porto obrigou-nos a isso.”

O treinador do Paços de Ferreira, que ficou de mão estendida à espera do aperto de mão, disse ainda que as palavras “ficam na consciência do Sérgio [Conceição]”.

“Respeito a frustração mas eu na posição do Sérgio, eu quando perco, independentemente do clube onde estou, posso não cumprimentar de imediato o adversário, por causa dessa mesma frustração mas depois de acalmar vou cumprimentar o adversário, porque é um jogo, é um jogo”, referiu.

Em declarações aos jornalistas, João Henriques criticou ainda a forma como se tratam as ditas equipas menores.

“Habituem-se porque vão perder muitos mais pontos”

“Existe tanta coisa à volta das equipas mais pequenas – quando perdem 5-0 há suspeitas, quando dificultam é antijogo. Nunca dão o mérito”.

O treinador dos pacenses, depois de vencer o FC Porto, referiu ainda que “as pessoas deviam ficar felizes por haver estes jogos onde os grandes perdem pontos, seria melhor para o campeonato”.

“Depois vê-se nas provas europeias, onde enfrentam equipas com orçamento muito superior. E o orçamento do Paços? Querem equilibrar as coisas? Habituem-se porque vão perder muitos mais pontos. Para a evolução do futebol é importante não pensar que ganhamos sempre. Que há treinadores que sabem usar as suas estratégias para contrariar”, referiu.

Sérgio Conceição, recorde-se, justificou assim a recusa em cumprimentar o colega de profissão após o jogo.

“Não foi correto da parte dele. Eu vi o que ele estava a transmitir aos jogadores dentro do campo. Antijogo? Fica ao vosso critério”, explicou em conferência de imprensa.

E acrescentou: “A partir do golo não houve mais jogo. Foi um espetáculo horrível.”

Veja o vídeo:

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir