Tempo de Viagem

Aceitação, Entrega, Fé, Esperança, Felicidade, Paz, Harmonia, Serenidade….

Ingredientes que todos queremos reunir para que o final seja simplesmente delicioso.

Mas como viver preenchidos por este leque de palavras tão apetecíveis de sentir e realizar quando tudo que nos rodeia, aparentemente, está bloqueado, sem fluidez…

Os sonhos não se concretizam, as vontades de que tudo corra na perfeição não chegam, mesmo colocando o foco em pensamentos positivos tudo acontece no sentido oposto, além daquilo que parecia ser imortal também escapou ao nosso controlo…

Nesta altura, cansados, esgotados, com as forças totalmente aniquiladas, perguntamos, Afinal como é que conseguimos atingir a vida plena que as religiões falam, assim como Mestres e Gurus? Pois, não é fácil, é necessário uma grande dose de paciência, método, constância de esforço e muita dedicação… não adianta andarmos 1 mês a ter pensamentos positivos e querermos logo milagres pois estivemos uma grande parte da nossa Existência a fazer exactamente o contrário. Isto nos pensamentos, porque nas acções os erros também levaram ao estado actual… Tanto no que toca à vida pessoal de cada um, como da comunidade em que vivemos, cidade, país… Nada aconteceu por acaso, todos somos responsáveis. O Ego até agora esteve ao comando,,,

{loadposition inline}Agora é tempo de mudar, interiorizando, analisando o percurso percorrido até hoje, perceber onde erramos, onde podemos mudar, de forma a tocarmos em pontos estratégicos que vibram em prol da união. O espírito de trabalho em equipa é hoje urgentemente necessário, se trabalharmos juntos na conquista dos ingredientes iniciais, vamos perceber que o egocentrismo, a falta de partilha, a inveja, raiva, jogos de manipulação passam a resíduos rapidamente engolidos pela junção da solidariedade, respeito, amizade, preservação, honestidade… E agindo desta forma vamos aos poucos sentir que somos muito mais do que imaginamos, porque não existe nada mais nobre do que estar junto daqueles que viajam no mesmo barco que nós… Vamos perceber que ao actuarmos desta forma vamos contagiar galopantemente, como se de um vírus se tratasse, toda a envolvente, aos poucos percebemos que deixamos de olhar tanto para nós, para os nossos problemas e trabalhamos no Todo, nos problemas globais…O tempo desta caminhada pode ser curto ou longo, o que importa é que seja efectuada com menos ondulação possível e todos somos marinheiros, todos temos uma missão em comum, crescer em Amor… É aqui o final da estrada e havemos conquistado os ingredientes Divinos…


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: