Economia

Startup portuguesa Facestore avança para o Reino Unido

FacestoreA startup portuguesa Facestore aterra esta semana em Londres, para uma ronda de reuniões com investidores internacionais e entidades governamentais inglesas.

A Facestore é uma aplicação para o Facebook, criada em Portugal que está a ajudar empresas a abrirem lojas online dentro do Facebook e venderem diretamente através da rede social criada por Mark Zuckerberg.

O objetivo da tecnológica portuguesa, é abrir uma empresa subsidiária na capital londrina e potencializar a integração da Facestore no maior mercado de E-commerce da Europa.

Para Paulo Solinho Barbosa, CEO da Facestore, o mercado do Reino Unido, que processa mais de 130 mil milhões de euros em transações online, é o lugar onde qualquer startup que ambiciona ser global, se deve colocar à prova.

Na capital londrina estão gigantes como a Amazon, Ebay e Tesco e isso torna o nosso desafio ainda mais ambicioso, pois neste mercado apenas lidamos com os melhores do mundo.

Na agenda da startup estão marcadas reuniões com a American Express, com o AICEP, com a Chancelaria da Embaixada de Portugal e com a UK Trade & Investment, o organismo criado pelo governo inglês para atrair as melhores startups do mundo a fundarem operações no Reino Unido e a tornarem-se globais.

Esta é a primeira ronda que a Facestore leva a cabo para obter financiamento junto de investidores internacionais.

Com clientes em França, Alemanha, Suíça, Espanha e Reino Unido, a Facestore é líder de mercado em Portugal com mais de 17 mil lojas a utilizar a sua plataforma de vendas online.

Mais partilhadas da semana

Subir