Desporto

Sporting vence Rio Ave em jogo de altos e baixos

sporting_domingos_1Equipa de Domingos Paciência continua inconstante, a diferença é que agora ganha. Depois da vitória tirada a ferros em Paços de Ferreira, desta vez foi perto do mar, pelo mesmo resultado. Começo de sonho logo se tornou pesadelo. Onyewu subiu ao céu para chamar pelos seus colegas.

O jogo é como se tivesse tido três partes. A primeira, onde o Sporting entrou a matar, depois uma, onde adormeceu, e outra, onde acordou em sobressalto.

Os leões entraram a ganhar, literalmente. Três minutos de jogo e Paulo Santos já tinha ido buscar duas bolas ao fundo das redes. Primeiro Schaars, no primeiro minuto, e depois Wolfswinkel, no terceiro. Três jogos consecutivos a marcar para o avançado holandês.

O Rio Ave estava pasmado e de mãos atadas. Nenhuma equipa está preparada para estar a perder antes sequer de começar a transpirar. Como se não bastasse, saída do seu maior artilheiro, João Tomás, logo aos sete minutos, por lesão.

Até final do primeiro tempo a equipa de Domingos controlou e esperou até que ouvisse o apito para os balneários.

Na segunda parte, a melhor parte dos homens de Carlos Brito que em 20 minutos colocaram o marcador empatado novamente com golos de Atsu, aos 49 minutos, e Yazalde, aos 63.

Só um voo de Onyewu, aos 74 minutos, fez com que o Sporting não deitasse por terra o começo fantástico de jogo. Três a dois para os leões e terceira vitória consecutiva em todas as competições. Com esta conquista, a equipa de Domingos Paciência sobe ao sexto lugar da classificação.

Mais partilhadas da semana

Subir