Mundo

Sofreu AVC aos 25 anos por tomar a pílula enquanto médicos diziam ser uma enxaqueca

Uma mulher britânica, de 25 anos, sofria de dores de cabeça constantes que deram origem a um AVC. O consumo errado da pílula contracetiva poderá ter estado na origem do acidente, apesar dos médicos lhe dizerem que não haviam razões para preocupações.

Em declarações à BBC, Kirsty Roberts confessou que foi “a cinco médicos no total e todos disseram que eram enxaquecas”, que não haviam razões para se “preocupar, que estava tudo bem”.

As dores de cabeça foram aumentado de intensidado nas semanas seguintes ao ponto de lhe provocarem vómitos. “Eventualmente fiz uma radiografia e foi quando encontraram o coágulo de sangue no meu cérebro. Dois dias depois, sofri um AVC”, conta.

“Estava no jardim num dia de verão, deixei cair o telemóvel e quando fui para o apanhar perdi toda a sensação nos dedos, não conseguia apanhar nada. Lembro-me de dizer ao meu pai que achava que estava a ter um AVC porque sentia picos e agulhas na cara”, relata Kirsty.

Na origem do acidente poderá ter estado o facto de Kirsty ter tomado a pílula contracetiva de forma inadequada. A jovem tomava o contracetivo há cerca de dez anos, sem qualquer problema, mas uma alteração na embalagem fez com que Kirsty se tenha confundido, chegado a tomar dois comprimidos num só dia.

Nesse contexto, Kirsty Roberts acabava por consumir uma dose dupla de estrogéneo, uma hormona presente na pílula que faz engrossar o sangue o que aumenta, por conseguinte, o risco de desenvolver coágulos sanguíneos.

Agora, quatro meses após o acidente, Kirsty deixou de tomar a pílula e está a recuperar os movimentos e o discurso passo a passo.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: