Nas Notícias

Sindicato dos Jornalistas furioso com Rui Rio

Rui Rio apresentou a sua candidatura à liderança do PSD, na quarta-feira (ver aqui), numa declaração ao país que não teve direito a perguntas por parte dos jornalistas. O Sindicato dos profissionais de Comunicação Social apela a um “boicote” a todos os atos públicos onde os jornalistas não possam fazer questões. O caso tem agitado conversas entre jornalistas.

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) lembra que esta medida de boicotar este tipo de atos foi um tema abordado no congresso da classe, em janeiro passado.

O “4.º Congresso dos Jornalistas Portugueses aprovou proposta que defende boicote informativo a eventos que excluem hipótese de colocar questões.”

Numa análise à situação, o SJ entende tratar-se de um momento “lamentável”, no qual um candidato à liderança do “principal partido da oposição, tenha, a priori, rejeitado responder a questões dos jornalistas, quando os convocou para a sua declaração de candidatura”.

Em nota publicada no seu sítio, o SJ diz que “não consegue compreender como é que um candidato político se recusa, num ato público, a responder a perguntas de jornalistas”.

O SJ vai mais longe na crítica ao ex-líder da Câmara Municipal do Porto e diz que recorreu “à figura de ‘declaração sem direito a perguntas’ quando, na realidade, queria que resultasse como uma conferência de imprensa”.

No comunicado, o SJ lembra ainda uma situação ocorrida com o Jornal de Barcelos que deixou um espaço em branco, visto que os seus jornalistas não tiveram oportunidade de fazer perguntas numa conferência de imprensa (ver aqui).

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir