Nacional

Salvador Sobral confessa que “bissexualidade é o máximo do amor”

Salvador Sobral, o representante de Portugal no festival da Eurovisão, após confessar que já consumiu drogas, fala agora das suas curiosidades e experiências sexuais. É um apaixonado por natureza, sendo capaz de “largar tudo por amor”.

O artista, de 27 anos, diz que só teve relações com o sexo feminino, mas admite que tem vontade de descobrir o amor entre homens.

“Sabem, tenho alguma curiosidade pela bissexualidade. É uma forma de amor que nem sequer olha a sexos. É o máximo do amor. Nunca consegui amar um homem”, confessou à revista Notícias Magazine.

As relações amorosas nunca foram o forte de Salvador, que revelou que o seu reconhecimento público, após os ‘Ídolos’, em 2009, forçou o término de uma das suas grandes paixões.

“Fui inscrito por uma ex-namorada e nunca pensei que iria ter aquele tipo de repercussão. Com 18 anos não pensei em nada. Depois aquilo aconteceu, fiquei maluco e tive de ir para Espanha. Foi o fim da relação com a minha namorada. Foi tudo tão louco e os ciúmes dela eram tantos que acabou”, contou.


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir