Benfica

Rui Vitória pede “onze Eusébios” para vencer o FC Porto

O treinador do Benfica, Rui Vitória, sublinhou hoje estar “confiante” para a receção ao FC Porto, no clássico da 30.ª jornada da I Liga de futebol, e evocou a memória de Eusébio para apelar à inspiração da equipa.

“Amanhã, temos de ser 11 ‘Eusébios’. Que sejam 11 jogadores que transmitam aquilo que o Eusébio transmitia: determinação, crença, raça, qualidade e personalidade na forma que jogava. Amanhã, temos de vestir essas camisolas, porque é um adversário bom”, vincou o técnico ‘encarnado’ na conferência de imprensa realizada no Estádio da Luz, onde o Benfica não vence os ‘dragões’ desde 2014 para a Liga.

O embate com o rival e segundo classificado do campeonato carrega muitas expectativas sobre o peso que pode ter nas contas do título. Porém, sem deixar de admitir que “é um jogo importante”, Rui Vitória fez questão de enfatizar que “não é decisivo” e que a luta pela conquista dos pontos será difícil até ao fim da prova.

“Vai ser um campeonato disputado até ao limite. Já disse isso há muito tempo. Não tem um caráter decisivo, porque há mais quatro jornadas pela frente, muitas condicionantes e adversários que querem ganhar por isto e por aquilo. Quem pensar que fica decidido amanhã está enganado”, esclareceu.

Com a equipa numa posição privilegiada de liderança e um ponto de vantagem, Rui Vitória foi confrontado com a hipótese de encarar um empate como resultado satisfatório. O treinador garantiu que não pensa nessas contas e vincou apenas a sua confiança e ambição de somar mais três pontos para o sonho do ‘penta’.

“Estou sempre confiante em qualquer jogo. Amanhã, parece-me que as últimas vitórias vão valer pouco, porque amanhã é um jogo com características especiais e diferentes. A confiança e a segurança são as mesmas de quando comecei o trabalho. Isto não vai ser resolvido por estalar o dedo. Amanhã, vamos para a luta e queremos ganhar, tal como o Porto”, sublinhou.

Uma das incógnitas deste clássico é a utilização do avançado brasileiro Jonas, o melhor marcador da Liga, com 33 golos. O treinador dos tetracampeões não desfez as dúvidas e traçou todos os cenários possíveis, mas sempre adiantou que o experiente jogador vai ser convocado.

“O Jonas vai estar convocado e podem colocar-se três cenários. Se fosse hoje, provavelmente não jogaria. poderá jogar o jogo inteiro, poderá estar no banco e entrar e poderá não jogar. Hoje, possivelmente não jogaria. Amanhã, logo se vê”, frisou Rui Vitória, acrescentando: “Se amanhã o Jonas não estiver, é mau para o espetáculo, mas não nos vamos lamentar”.

O Benfica, primeiro classificado, com 74 pontos, recebe este domingo, às 18:00, o FC Porto, segundo, com 73, em jogo da 30.ª jornada da I Liga, no Estádio da Luz.

Mais partilhadas da semana

Subir