Nacional

“Querem legalizar a eutanásia para se verem livres dos velhos”, acusa Maria Vieira

Maria Vieira encontrou um novo motivo para atacar a esquerda. Agora a propósito da proposta para legalizar a eutanásia, a ‘parrachita’ afirma que a verdadeira intenção é ‘despachar’ os idosos.

“Este país (governado por socialistas e comunistas) não é para velhos”, começou por referir a atriz, citando o título de um filme.

E em que se baseia Maria Vieira para o ataque de hoje à Geringonça de esquerda? Na proposta de legalização da eutanásia, ou, segundo ela, uma tentativa encapotada de matar os idosos para poupar nas despesas sociais.

“Esta é a mesma esquerda que pretende a todo o custo legalizar a eutanásia para mais depressa se ver livre dos velhos deste país e dessa forma poupar nas aposentadorias e nos cuidados médicos prestados àqueles que para eles descontaram ao longo da sua vida”.

Maria Vieira sabe, até, qual o fim destinado a tais poupanças: “construir mesquitas e pagar subsídios e mordomias a imigrantes, a ‘refugiados’ e a vagabundos de toda a espécie”.

Afinal, continua a atriz, é o que se pode esperar de uma esquerda que “despreza aqueles que trabalharam a vida inteira e que pagaram os impostos” para que eles, “os usurpadores do poder”, possam tomar decisões cruéis “que condenam os idosos portugueses a uma existência desprotegida e miserável”.

“Este é o país que ostenta a quarta maior dívida do mundo e que o Governo mentiroso e incompetente tenta vender e exportar como um oásis de progresso e de prosperidade”, concluiu a ‘parrachita’.

Mais partilhadas da semana

Subir