Mundo

Queda de avião russo poderá ter sido originada por erro humano

Um erro humano poderá ter sido a causa que fez com o avião russo se tenha despenhado perto de Moscovo. Os investigadores indicam a possibilidade de os pilotos não terem ligado o aquecimento do equipamento de medição de velocidade.

O avião Antonov An-148, da companhia aérea Saratovskie, despenhou-se no domingo passado, pouco tempo depois de descolar, tendo provocado a morte de 71 pessoas que seguiam a bordo.

Depois de uma primeira análise à caixa negra do avião, os especialistas do comité de aviação russa afirmaram que o acidente aconteceu depois de diferentes indicações referentes à velocidade do aparelho.

“A análise preliminar da informação gravada e o exame de casos semelhantes no passado nos permitem supor que o fator que causou a situação extraordinária durante o voo foi o erro de dados sobre a velocidade que apareceu nos painéis dos pilotos”, referem.

De acordo com os dados extraídos das ‘caixas negras’, os investigadores acreditam que os dados errados aconteceram devido ao congelamento dos sensores de velocidade.

O comité refere também que o estudo das gravações dos parâmetros de voo mostrou que os sistemas de aquecimento dos três medidores de velocidade foram desligados, o que impediu que os pilotos tivessem conhecimento da velocidade do aparelho.

“Antes da colisão com o solo, o indicador no painel de comando começou a mostrar um aumento repentino da velocidade, que no momento da colisão era de cerca de 800 quilómetros por hora, enquanto a do copiloto era igual a zero”, explicam.

O próximo passo, referem, é que os especialistas estudem as gravações de voz, de forma a perceberem as ações e reações dos pilotos.


Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: