Economia

Previsão da OCDE aponta para taxa de desemprego em Portugal de 16,2 por cento em 2013

desemprego2De acordo com estudos realizados pela Organização de Crescimento e Desenvolvimento Economico (OCDE), Portugal deverá atingir uma taxa de desemprego de 15,2 por cento ainda este ano, sendo que em 2013 deve assinalar-se um aumento de um ponto percentual, fixando-se nos 16,2 por cento.

O número de desempregados em território nacional continuará a aumentar. Segundo estimativas da OCDE, Portugal deverá atingir ainda este ano uma taxa de desemprego de 15,2 por cento, sendo que este número irá aumentar para os 16,2 por cento, já no próximo ano. 

Estes dados encontram-se presentes no prognóstico da OCDE, divulgado esta terça-feira. São indicadores que contrastam com os números do Governo.

No passado dia 1 de julho, o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, anunciou previsões mais negativas para o número de desempregados em Portugal, sendo que estas foram enviadas para a Comissão Europeia, no âmbito do DEO (Documento de Estratégia Orçamental), o qual previa novos danos.

Gaspar previa que a taxa se fixasse nos 16 por cento, durante 2013, sendo este o número total do ano que se aproxima. Para o conjunto total dos países europeus integrantes da OCDE, os números apontam para taxas de 10 por cento em 2012 e de 10,2 pontos percentuais, no ano seguinte.

Já numa análise com o total de todos os países membros da OCDE, a média fica-se pelos oito por cento, durante este ano, sendo que deve assinalar-se uma descida de 0,1 por cento em 2013, fixando-se nos 7,9 por cento.

Mais partilhadas da semana

Subir