Crónicas

Potencial de Felicidade

«A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na sua capacidade de lidar com eles.»
Albert Einstein

Se o Brexit e o resultado das presidenciais americanas não fizer com que nos gabinetes de Bruxelas e Estrasburgo percebam que se os cidadãos de cada estado membro sentiram a União Europeia como a fonte de todos os problemas, onde burocratas decidem baseando-se em números e pareceres, o projeto pode estar em risco.
Serão as classes políticas europeias capazes de conter a onda de populismo que já gerou o Brexit e o presidente eleito Trump?

A União Europeia não tem conseguido transmitir uma imagem de unidade, os diferentes interesses dos vários estados membros acabam sempre por falar mais alto. A eleição nos Estados Unidos de Donald Trump pode ser o empurrão que a União Europeia.

Talvez a realidade de que irão ter de lidar com um presidente norte americano que se propõe repensar a posição dos estados Unidos na NATO e aproximar-se da Rússia. Esta pode ser a oportunidade da União Europeia abandonar a indefinição em que mergulhou nos últimos anos, e preparar -se para assumir um papel mais ativo, para garantir que no jogo de xadrez internacional não fica reduzida à posição de peão sem vontade própria.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: