Motores

Pódio improvável ‘salva’ fim de semana de Álvaro Parente

O que parecia mais um fim de semana para Álvaro Parente esquecer no Pirelli World Challenge, acabou por ser mais positivo, com uma subida ao pódio que parecia pouco provável.

Largado apenas da nona posição da grelha de partida para a corrida de Long Beach, o piloto português tirou o máximo partido do Bentley Continental GT3 # 9 da K-PAX Racing, numa pista que por ser citadina apresentava muitos desafios ao carro britânico, devido às sua dimensões.

Depois de efetuar um bom arranque, que lhe permitiu subir à sexta posição, Parente procurou capitalizar qualquer percalço alheio. O que veio a suceder, permitindo-lhe cruzar a meta na terceira posição.

“As perspetivas para hoje não eram as melhores, portanto, sabia que tinha de arriscar um pouco na partida. Arranquei bem e consegui ganhar muitas posições, o que foi determinante para o desfecho da prova. Andei sempre no máximo, só assim consegui manter a minha posição. Depois, foi aproveitar os erros dos outros para ir subindo na classificação”, afirmou Álvaro Parente após a corrida.

O piloto do Porto mostra-se satisfeito face às expetativas que tinha para esta prova: “Nunca esperei alcançar um pódio aqui. Mas todos na equipa trabalhámos afincadamente para podermos tirar o máximo de partido das circunstâncias. Esta subida ao pódio é a recompensa pelo esforço de todos. Foi um excelente resultado para um fim-de-semana difícil”.

A próxima ronda do Pirelli World Challenge disputa-se entre os dias 27 e 29 de Abril na Virginia, mas já no próximo fim-de-semana o português inicia a sua campanha no Blancpain GT Series Endurance Cup, tendo o histórico circuito de Monza como pano de fundo.

Mais partilhadas da semana

Subir