Fórmula 1

Pierre Gasly estima precisar de algumas décimas para atingir o top dez

Grande surpresa do GP do Bahrain, ao terminá-lo na quarta posição, Pierre Gasly já percebeu que este fim de semana na China vai ser muito mais complicado pontuar.

Nos treinos livres desta sexta-feira o francês da Toto Rosso ocupou-se em encontrar o melhor compromisso para o Circuito de Xangai. “Descobri a pista esta manhã, e devo dizer que há um pouco trabalho para encontrar mais décimas do ponto de vista puramente pessoal. Vou olhar para os dados para ver em que locais posso ter um melhor ritmo”, confessou Gasly.

“Ainda não extraímos o máximo do monolugar. O equilíbrio do carro não é tão irrepreensível como na semana passada, mas sinto que a performance está lá. Há muito equilíbrio. Se perdemos um ou dois décimos ficamos para trás no pelotão. Basta-nos encontrarmos estes dois décimos para chegarmos ao décimo lugar. O que corresponde mais ou menos às minhas expetativas”, frisa o piloto gaulês.

Concluindo, Gasly refere: “De momento os Renault estão mais rápidos do que as nossas previsões nos faziam supor. Da nossa parte sabemos que ainda temos performance a procurar para sermos mais rápidos amanhã”.

Mais partilhadas da semana

Subir