Desporto

Peru pode falhar Mundial por questões políticas, Itália atenta

A seleção do Peru, que 36 anos depois da última participação, carimbou a passagem para o Mundial de futebol no campo, poderá ser afastada na secretaria por questões políticas. A Itália, que não conseguiu o apuramento para a prova, está atenta e pretende ocupar a vaga, se os peruanos forem afastados.

De acordo com notícia do jornal peruano Líbero, já com eco na imprensa italiana, Paloma Noceda, congressista peruana, quer levar a votação uma lei que obrigaria a Federação de futebol peruana para a esfera do Governo.

Ora, as leis da FIFA não permitem que qualquer federação seja gerida pelo poder político e seja obrigada a sê-lo de forma autónoma.

Se o projeto de lei de Paloma Noceda passar entre os responsáveis políticos do Peru, a seleção de futebol corre riscos de ser afastada pela FIFA, que organiza o torneio.

Perante isto, em Itália, a imprensa dá conta do deseja da ‘squadra azzurra’ ocupar a vaga.

 

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: