Desporto

Paulo Futre revela no Facebook que vai ter de “cumprir serviço militar”

paulo_futreEm dia dos Santos Inocentes em Espanha, data correspondente ao 1 de abril em Portugal, Paulo Futre decidiu aderir ao vírus das mentiras que se propagou pelas redes sociais. O ex-jogador conta no Facebook que acabou de ser convocado pelo Ministério da Defesa para cumprir “três meses de serviço militar obrigatório”, que ficara a ‘dever’ ao Estado devido ao estatuto de alta competição que recebeu em 1987.

As redes sociais propagaram ontem um vírus de mentiras, em Espanha, em dia de Santos Inocentes. E Paulo Futre não quis ser santo nem inocente e aderiu à moda, com muita originalidade.

No Facebook, o ex-jogador de futebol lamenta que o Ministério da Defesa o tenha convocado para três meses de serviço militar, que ficaram por cumprir devido ao estatuto de alta competição, de que usufruiu por ser jogador de futebol profissional. “Nem quero acreditar nisto”, escreveu Futre.

“Acabei de receber um telefonema do Ministério da Defesa”, publica, no seu perfil. “Tenho de me apresentar até ao dia 30, para compensar três meses de serviço militar que me foi concedido, em 1987, contra as normas europeias”, acrescentou, manifestando o seu desconsolo: “Não quero acreditar nisto”…

Os fãs não acreditaram que o capitão passasse a soldado raso. E Futre acabou mesmo por desmentir tudo: “Vocês são os sócios mais concentrados de sempre e de Santos Inocentes têm muito pouco”.

Ontem, tudo o que foi notícia insólita em Espanha não mereceu crédito… Os jornais também aderiram à moda das mentiras e escreveram que Casillas iria deixar o Real e que Torres fora contratado pelo Barcelona

Mais partilhadas da semana

Subir