Nas Notícias

Passos Coelho espera para saber o que aconteceu em Pedrógão

Passos Coelho diz que está à espera para conhecer o relatório sobre o que se passou no incêndio de Pedrógão Grande, que teve início a 17 de junho. O presidente do PSD insiste que “o Estado falhou”.

“Esperamos que traga indicações muito claras sobre o que aconteceu, independentemente de indicações para o futuro, mas pelo menos que fiquemos a saber o que aconteceu naquele caso”, afirmou o antigo primeiro-ministro, em declarações recolhidas pela Lusa.

Sobre eventuais falhas no socorro, Passos Coelho é claro.

“Isso são indicações que recorrentemente aparecem e não apenas da parte de autarcas do PSD”, sublinhou, avisando que chegará o momento “em que se fará, com princípio, meio e fim, a avaliação de tudo o que se passou e haverá uma imputação de responsabilidades aos vários níveis”.

Numa fase posterior, Passos Coelho diz que Portugal irá “saber o que se pode fazer para futuro, de modo que as coisas que correram mal sejam prevenidas e se evite que volte a acontecer”.

Seja como for, o líder do PSD diz não haver “dúvida nenhuma” que “o Estado falhou” e que “muitas das coisas que eram importantes correram mal”.

O incêndio de Pedrógão Grande, recorde-se, provocou a morte de 64 pessoas. Daí que Passos Coelho diga que o tema dos fogos florestais “não pode ser combatido apenas com palavras”.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: