Crónicas

Novos Tempos

«A política talvez seja a única profissão para a qual não se julga necessário a preparação »

Robert Louis Stevenson

Nos tempos que correm a velocidade a que os acontecimentos acontecem é de abalar as mentes mais fortes. E as consequências podem colocar em causa uma ordem que cidadãos de qualquer país achavam ser permanentes.

Na Alemanha a preocupação maior parece ser o medo da interferência russa nas eleições alemãs. E o receio é admitido pelos próprios serviços secretos alemães. Dando crédito à teoria de que a Rússia do presidente Putin tem como objetivo a manipulação das eleições em países ocidentais favorecendo candidatos menos hostis aos interesses russos. A ser verdade é necessário dar aos russos o mérito de terem percebido como a nova realidade das redes sociais e da internet pode ser uma arma poderosa, e que um ataque informático pode alterar o rumo dos acontecimentos.

A verdade é que a política não pode ignorar a realidade das redes sociais, mas ao que parece abriu a porta a uma série de perigos. Esses perigos não seriam um risco tão grande se a maioria dos político se tivesse apercebido disso.

O risco inerente é o de numa sociedade com acesso a tanta informação as pessoas percam a capacidade de distinguir o verdadeiro do falso, e acabem por questionar toda a informação.

Como lidarão as democracias com isso? Garantido é que os políticos terão de encontrar uma forma de lidar com o problema, antes que o problema lide com eles.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: