Desporto

Novas queixas de agressões em jogo do Canelas

O Canelas volta a ser notícia por suspeita de atos de violência dentro de um recinto de jogo. Quim Berto, treinador do Trofense e antigo jogador de Sporting e Benfica, entre outros emblemas, queixa-se de ter sido agredido por elementos da equipa gaiense. Fernando Madureira, capitão do Canelas e líder da claque Superdragões, nega episódios de violência.

O jogo entre Trofense e Canelas terminou num empate a uma bola, no último final de semana, mas a polémica ainda não e da Trofa chegam acusações.

Quim Berto, técnico do Trofense, queixa-se de ter sido agredido e lamenta o clima de intimidação.

“É mau de mais para ser verdade…”, lamenta, recordando que “tudo o que acontecia, o banco do Canelas voltava-se para o nosso e juntavam-se ali os dois”, revela o treinador.

E acrescenta: “E depois foi quando aconteceu a agressão, mas sinceramente não sei se alguém vai dar ouvidos a isto”.

Quim Berto, de 46 anos, lamenta o episódio e a atitude das entidades responsáveis pelo futebol nacional.

“As maiores instâncias do futebol, nomeadamente a federação, é que têm de tomar uma posição e perceber que todos nós temos famílias, que estamos só e simplesmente a fazer aquilo que mais gostamos, que é jogar futebol.”

Quim Berto vai mais longe e diz que é preciso “tê-los no sítio”.

“Devemos tê-los no sitio para assumir as nossas responsabilidades. Quando jogam duas equipas da mesma associação e vem um árbitro de Lisboa… Não devemos ter medo. Os homens que estão dentro do campo, nomeadamente o trio de arbitragem, tem de ter outro tipo de atitude e outro tipo de posição.”

Fernando Madureira, capitão do Canelas, desmente a versão do Trofense, embora confirme que “houve picardias”

No entanto, diz Fernando Madureira, “foi um jogo normal”.

“É ridículo, tratou-se apenas de um jogo de futebol. Só eles é que viram isso, estavam lá polícia, delegados, adeptos e mais ninguém viu isso”, garantiu Madureira, em declarações ao jornal Record.

Esta não é a primeira vez que o Canelas vê o seu nome envolvido em episódios de violência.

No passado, um árbitro chegou mesmo a ser agredido por um jogador do emblema gaiense.

Atualmente, a equipa do Canelas alinha na Serie B do Campeonato de Portugal.

Mais partilhadas da semana

Subir