Crónicas

Nova Liderança?

«Podem estar certos que os americanos irão cometer todas as idiotices que possam pensar, e mais algumas que estão para além da imaginação»

General Charles le Gaulle

Aproxima-se o dia do encontro entre o presidente norte americano e o presidente chinês.Será este o momento que assinala o fim da liderança dos Estados Unidos?

Enquanto que nos Estados Unidos o presidente Trump revogou as políticas ambientais do presidente anterior, na China cresce a preocupação com os efeitos das alterações climáticas e o efeito que os elevados níveis de poluição provocam na economia e sociedade. Durante os últimos 75 anos os chineses tem estado a preparar-se para o momento em que assumiriam um lugar de maior influência na política internacional. E eis que dois fenómenos, que muitos ainda tem dificuldade em acreditar que são reais, Donald Trump e Brexit, acontecem.

Se as autoridades chinesas tivessem pedido um sinal de que este era o momento para avançar, nenhum poderia ser mais claro que aqueles dois acontecimentos.

A Europa está demasiado ocupada a garantir que o projeto europeu não se desfaz, e nos estados Unidos estão todos demasiados ocupados a tentar perceber o que está a acontecer.O receio dos chineses de que com Donald Trump haveria uma aproximação entre Estados Unidos e Rússia desvaneceu-se com as suspeitas de elementos da campanha de Trump teriam tido ajuda dos serviços secretos russos.suspeita por si só congelou essa possibilidade.E os chineses tem por isso o caminho aberto.

A paciência chinesa parece ir ter a sua recompensa.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir