Motores

Nissan toma o lugar da Renault na Fórmula E em 2018

A Nissan confirmou que vai disputar o Campeonato FIA de Fórmula E em 2018/19, substituindo na competição da ‘marca-mãe’, a Renault. Uma participação que justifica pela eletrificação crescente dos modelos de estrada que a marca japonesa produz e comercializa, deixando assim a casa francesa completamente concentrada na Fórmula 1.

O que a Nissan não revelou é qual a equipa com que fará parceria para aquela que será a quarta temporada da competição de monolugares elétricos, podendo eventualmente ser a mesma Dams que até agora representava a Renault.

“Vamos trabalhar com a Renault para trocar experiência e desenvolvimento já disponível”, confirmou uma fonte da Nissan, que assim aproveitará as sinergias e o conhecimento da marca francesa, presente na Fórmula E desde a criação do campeonato.

Thierry Koskas, vice-presidente do Grupo Remault, afirmou esperar que a equipa eDams tenha uma quarta época de Fórmula E cheia de sucesso, mas que depois disso a marca concentrará os seus recursos nos “objetivos agressivos na Fórmula 1, continuando a beneficiar da aliança com a Nissan também no automobilismo”.

Alejandro Agag, o promotor e CEO do campeonato, já comentou a chegada da Nissan à disciplina: “Ter um nome com a Nissan a entrar é um dia importante para o campeonato. Não é apenas ótimo ver mais um novo construtor juntar-se à família da Fórmula E – é também fantástico ter o primeiro construtor japonês a participar, mostrando como cresceu globalmente a revolução elétrica. O Japão é um país na vanguarda das novas tecnologias, com um dos maiores números de seguidores da Fórmula E”.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: