Desporto

“Eu não cumpro o que pedi aos sportinguistas”, assume o presidente

Bruno de Carvalho fez uma confissão inesperada durante a (longa) conferência de imprensa desta noite. O presidente do Sporting admitiu que não respeita uma  ordem… do presidente do Sporting.

O momento aconteceu quando o dirigente respondia ao jornalista de um diário desportivo. Bruno de Carvalho admitiu ler esse jornal e lembrou que foi ele mesmo, Bruno de Carvalho, quem ‘proibiu’ os sócios do Sporting de lerem os desportivos.

Na polémica Assembleia Geral de 17 de fevereiro, o presidente leonino instou a um boicote à comunicação social, pedindo que os sócios deixassem de comprar jornais desportivos e de ver televisão portuguesa e que todos os comentadores afetos ao clube abandonassem as suas posições.

“Não vejam nenhum canal português de TV. A comunicação social vai olhar-nos de outra forma, vão ter 3,5 milhões de pessoas que não lhes vão ligar”, afirmara Bruno de Carvalho, há quatro meses.

Declarações polémicas, à data, recordadas esta noite pelo mesmo protagonista.

“Eu leio o seu jornal. Eu não cumpro o que pedi aos sportinguistas”, admitiu o dirigente.

Mais partilhadas da semana

Subir