Sociedade

Nabais sem intervenções cirúrgicas fica parado até ao fim do ano

joao_nabaisLonge da recuperação e a receber tratamento no Hospital de Santa Maria, depois de um atropelamento na A1, João Nabais não será operado. Não se sabe quando terá alta, mas vai enfrentar um longo período até que fique totalmente restabelecido das lesões de que padece.

Após ter sido vítima de um despiste e atropelamento na autoestrada do norte, só no final do ano o advogado regressará à vida ativa, apesar de se prever que possa deixar dentro de poucos dias. A unidade de ortopedia do Hospital de Santa Maria, onde permanece internado há dois dias.

Segundo o Correio da Manhã, que cita a esposa, João Nabais não pode ser sujeito a intervenções cirúrgicas. No entanto, só uma das fraturas que sofreu (na bacia) suscita a preocupação dos médicos. Paula Nabais indica àquele periódico que o advogado terá de ficar em “repouso absoluto”, enquanto recupera.

Apesar de ter outras fraturas – no perónio e em duas costelas – o advogado ficará longe da maca de operações. Recorde-se que João Nabais foi atingido por um carro, na A1, quando tentava colocar o triângulo de sinalização de perigo, depois de se despistar.

Esteve internado em Coimbra, mas foi transferido para o Santa Maria, com diversas fraturas. O diagnóstico clínico não é preocupante. Pelo contrário. Paula Nabais, que lhe dá apoio em “todas as refeições”, fala em “otimismo” dos médicos que o têm acompanhado.

Mais partilhadas da semana

Subir