Insólito

“Mulheres não devem progredir, devem manter-se num nível abaixo”

As aulas de um professor ditaram o encerramento compulsivo de uma “escola de pureza” para mulheres, na província de Liaoning, na China.

O docente foi filmado a dar lições polémicas sobre o papel das mulheres, que “devem falar menos e fazer as tarefas domésticas”.

“As mulheres não devem lutar para progredir na sociedade, devem manter-se num nível abaixo”, frisou o professor.

O vídeo foi partilhado nas redes sociais chinesas e não tardou a viralizar, levando as autoridades a decretar o fecho compulsivo da escola.

Para além da falta de licença, o encerramento foi baseado nos “problemas com a moral social” encontrados pelas autoridades.

Fundada em 2011, com a aprovação das autoridades locais, a “escola de pureza” era gerida pela Associação de Investigação de Cultura Tradicional.

Um outro professor, não apanhado no vídeo, está também a ser citado pela imprensa chinesa: “Se mandarem vir comida em vez de cozinharem não estão a cumprir os vossos deveres como mulheres”.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: