Nacional

Mulher de Patrício recomenda masturbação aos jogadores da Seleção

A mulher de Rui Patrício, Vera Ribeiro, psicóloga e especialista em sexualidade, entende que há benefícios na masturbação, por parte dos jogadores de futebol. Em estágio, longe das mulheres, podem, desse modo, “obter benefícios” como “melhor sono” e “menos stress e ansiedade”.

Vera Ribeiro esteve na SIC, onde abordou a os benefícios da atividade sexual na vida dos profissionais de futebol. A especialista – mulher de Rui Patrício e autora do livro ‘Manual de Sedução’, lançado recentemente – explicou que os jogadores não devem entrar em abstinência. Pelo contrário.

“Obviamente que a parte psicológica, sentimental e bem-estar que o sexo promove vai trazer aspetos positivos à sua performance. E quando falamos de abstinência forçada, que digam que não pode estar com a mulher, há um contrassenso e não é nada positivo”, explica, citada pela Flash.

A psicóloga foi questionada sobre a abstinência dos jogadores da Seleção Nacional, durante longos períodos como o Mundial, em que estão em estágio.

Ainda que saliente que “a performance desportiva não pode ser associada à ocorrência de sexo” – ou seja, o profissional não jogará melhor, entende que há benefícios desta prática.

Porém, devem haver alguns cuidados. “Quanto maior a atividade sexual maior a produção de testosterona. Os níveis de testosterona descem e ficam baixos. E há uma reposição lenta, pelo que não é aconselhado a um atleta ter relações e duas horas depois ter a competição”, acrescentou.

Devem os jogadores recorrer à masturbação? “Aí poderão obter benefícios, que é o melhor sono, melhor descanso. Os níveis de cortisol são mais controlados, tem melhores resultados no stress e ansiedade”, responde Vera.

Mais partilhadas da semana

Subir