Crónicas

Mudanças

« A vida é uma tragédia vista de perto, mas uma comédia quando vista de longe»

Charlie Chaplin

As autoridades chinesas vieram a público admitir a necessidade de tomar medidas para combater as alterações climáticas. Esta admissão surge na sequência da eleição de Donald Trump para presidente dos Estados Unidos.

Durante a campanha Trump declarou que o perigo das alterações climáticas não passam de um absurdo e que não iria cumprir o acordo de Paris.

As autoridades chineses admitem que foram os estados Unidos e diversos países europeus que os convenceram que a poluição teria consequências graves. Salientaram que pretendem continuar as medidas para diminuir as emissões poluentes, quer os Estados Unidos o façam ou não.

Estará a China a posicionar-se para aumentar a sua influência, aproveitando todo e qualquer erro que o Presidente Trump possa fazer?


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: