Fórmula 1

Mudança de Carlos Sainz Jr para a Renault agita a ‘silly season’ na Fórmula 1

A ‘Silly Season’ – ou o período louco das transferências – da Fórmula 1 já está a agitar o ‘paddock’, sendo que a mudança de Carlos Sainz Jr para a Renaut é a mais recente novidade. O espanhol da Toro Rosso já tinha manifestado a sua intenção de mudar de equipa, dada a impossibilidade de evoluir para a Red Bull Racing, uma vez que esta irá continuar a contar com os serviços de Daniel Ricciardo e Max Verstappen.

Agora o filho do antigo Campeão do Mundo de Ralis, Carlos Sainz, irá ocupar o lugar de Jolyon Palmer na Renault, e talvez ainda este ano.

Em Monza, durante o Grande Prémio de Itália, decorreram várias negociações tendo como objetivo ultimar os pormenores da transferência de Sainz Jr para a Renault, que é também a fornecedora de motores da Red Bull e da Toro Rosso. Uma operação complexa, já que na equação estará também a Honda e a McLaren.

A McLaren está insatisfeita com a competitividade e fiabilidade dos motores japoneses, e por isso se percebe que queria trocar para os propulsores da Renault, que já tinha deixado claro que só tinha capacidade para fornecer duas equipas cliente. Isto significa que a partir de 2018 a Toro Rosso passará a ter motores Honda no lugar dos propulsores da marca francesa.

Estas mudanças são essenciais para a McLaren, pois para além da competitividade, está em causa a continuidade de Fernando Alonso na equipa, uma vez que o espanhol exigia um motor competitivo para se manter com a equipa de Woking para 2018.

A última parte do ‘puzzle’, com Carlos Sainz Jr ao lado de Nico Hulkenberg na Renault, talvez já no Grande Prémio da Malásia, Daniil Kvyat vai ter Pierre Gasly a seu lado na Malásia.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir