Nas Notícias

Moura Guedes: “Sócrates tinha um chorrilho de mulheres a pedir-lhe dinheiro”

Em entrevista ao i, Manuela Moura Guedes acusa José Sócrates de ter dominado a imprensa. “Não vou dizer quem, mas ele até convenceu uma jornalista de que andava interessado nela”, revela. Moura Guedes passou do ódio à pena. “Tive pena dele. Aquele chorrilho de mulheres que ele tinha a pedir-lhe dinheiro. Que chulice!”, diz.

A ex-pivô da TVI concedeu uma entrevista ao jornal i, publicada na edição desta sexta-feira, sendo que o tema que envolve José Sócrates foi o centro da conversa, dadas as afirmações fortes que proferiu.

Manuela Moura Guedes diz que o antigo primeiro-ministro “conseguiu controlar os media, o meio empresarial e financeiro”, colocando “a democracia em perigo”.

E como controlava os meios de comunicação social?

“Ele ligava para os jornalistas. Dava-se ao trabalho de ser ele a ligar pessoalmente. Eles ficavam encantados”.

“Não vou dizer quem, mas ele até convenceu uma jornalista de que andava interessado nela. Lembro-me perfeitamente, uma jornalista de polícia”, refere ainda.

O sentimento de Moura Guedes mudou, durante o decurso da Operação Marquês.

“Tive pena dele. Aquele chorrilho de mulheres que ele tinha a pedir-lhe dinheiro. Que chulice!”, afirma, nesta entrevista que faz manchete naquele diário.

“Quando foi o caso da Carla Bruni, ele deve ter pensado ‘ora aqui está uma coisa boa’. E então andou a fazer ‘rapapés’ a uma jornalista da TVI. Não é divertido?”, ironiza.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: