Tecnologia

Motorola Mobility elimina 800 postos de trabalho devido aos prejuízos em 2011

motorolaA Motorola Mobility vai despedir 800 funcionários, em resultado da acumulação de prejuízos. A empresa fabricante de telemóveis dispensará quatro por cento dos trabalhadores e gastará 27 milhões de dólares em indemnizações, revela o conselho de administração da fabricante de telemóveis.

Oitocentos trabalhadores da Motorola Mobility vão ser despedidos, em virtude de um programa de redução de postos de trabalho, aprovado pelo conselho de administração da empresa fabricante de telemóveis.

Esta medida surge depois de um aumento dos prejuízos nos primeiros três trimestres de 2011 e perspetivas de agravamento no último trimestre do ano. Cerca de quatro por cento dos postos de trabalho serão eliminados.

Entre janeiro e setembro de 2011, a Motorola Mobility acumulou prejuízos na ordem dos 169 milhões de dólares, o que equivale, à taxa de câmbio atual, a cerca de 120 milhões de euros. Este défice é 1,8 por cento superior ao registado em 2010.

A empresa norte-americana prevê gastar 27 milhões de dólares em indemnizações por despedimento dos 800 profissionais que vão para o desemprego. Em comunicado, a Motorola Mobility explica que o plano de reformulação da força de trabalho acarreta custos totais de 31 milhões de dólares.

Este plano tem como objetivo “melhorar a eficiência operacional e financeira da empresa”, refere o porta-voz Jennifer Weyrauch-Erickson, que nega que estejam relacionados com a proposta de aquisição feita pela Google.

Mais partilhadas da semana

Subir