Motociclismo

Para Miguel Oliveira a chave em 2018 “será a regularidade e cometer poucos erros”

Terceiro classificado no campeonato da época passada, Miguel Oliveira inicia a nova temporada de Moto2 com ambições acrescidas.

As três vitórias consecutivas no final de 2017 mostraram aquilo de que o piloto português é capaz se tiver uma máquina competitiva à sua disposição. Para a época que se inicia domingo no Qatar Oliveira sente-se motivado e preparado: “Quando terminamos a pré-temporada há sempre uma motivação extra em saber o que vai acontecer naquilo que realmente é importante, que são as corridas, onde repartem os pontos”.

Relativamente à KTM de que irá dispor este ano, Miguel Oliveira refere que apenas mudaram “alguns detalhes, pois a moto é muito semelhante à que tinha nas últimas corridas”. E sublinha: “Terminei numa boa forma, a moto foi muito constante em todos os grandes prémios. Estou certo que pelo menos o começo do campeonato será bom”.

Mas há outras mudanças mais importantes: “Em 2017 vim com a expetativa de ver onde me encontrava, e não sabia muito bem em que posição poderia terminar o campeonato. Este ano o objetivo é parecido mas já com confiança que os treinos livres corram bem, que podemos fazer um bom trabalho e na corrida conseguir uma boa posição que me permita lutar por lugares no pódio”.

Com a saída de Franco Morbidelli o lote de adversários mudou um pouco, mas Miguel Oliveira não considera que o campeonato fique mais fácil: “Apesar de não ter aqui os dois primeiros classificados do ano passado acho que o campeonato será duro, porque temos estreantes que estão a entrar muito fortes e também pilotos que no ano passado disputaram a sua primeira época e que evoluíram muito, como é o caso de Brad (Binder) e de (Francesco) Bagnaia. Temos que contar com muitos pilotos na luta pelas primeiras posições, como em qualquer campeonato. A chave será a regularidade e cometer poucos erros. O nosso principal objetivo é a longo prazo, procurando estar o mais acima possível na classificação geral”.

Mais partilhadas da semana

Subir