EUA

Merkel pede posição comum de todos os países afetados por novas tarifas dos EUA

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu hoje que a União Europeia (UE) deve procurar uma “posição comum” com outros países afetados pelas novas tarifas adicionais impostas pelos Estados Unidos às importações de aço e alumínio.

A chanceler alemã, que falava na câmara baixa do parlamento alemão (Bundestag), afirmou que a Alemanha defende um comércio internacional aberto e justo baseado nas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Entre os países com que a UE deve procurar uma “posição comum”, Merkel referiu o Canadá e o México, envolvidos nesta altura em difíceis negociações com os Estados Unidos para atualizar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte.

Quando faltam dias para a cimeira do grupo dos sete países mais industrializados do mundo (G7), no Canadá, a chanceler alemã disse-se convicta de que dela vai sair, mais uma vez, um claro compromisso com a comércio livre e contra o protecionismo.

Mais partilhadas da semana

Subir