Motociclismo

Maverick Viñales admite que não será fácil bater Marc Marquez

Maverick Viñales admitiu que não será fácil bater Marc Marquez pelo título de MotoGP esta temporada. O espanhol da Yamaha iniciou a temporada com duas vitórias consecutivas depois de ter dominado os testes de pré-temporada, mas desde essa altura só venceu mais uma vez, quando superou o seu companheiro de equipa Valentino Rossi, no Grande Prémio de França, em maio.

Desde a sua mais recente vitória Viñales conseguiu três pódios, sendo apenas quarto em San Marino e Aragón. Isso faz com que esteja a 28 pontos de Marquez quando ainda há 100 em jogo.

Mas apesar de ser matematicamente possível, Maverick admite que será muito difícil bater o seu rival, nomeadamente no Grande Prémio do Japão, que se disputa este fim de semana em Motegi. “Espero fazer um bom trabalho e possa conseguir mais pontos para o campeonato, que é crucial para que continue a lutar pelo título. Para as próximas corridas temos de tentar trabalhar ainda mais do que é habitual”, afirma Viñales.

“Temos de continuar a trabalhar com muita motivação, mesmo se não será fácil completar a última parte da época e anular a diferença entre mim e o líder do campeonato. Vou tentar trabalhar ainda mais para chegar ao Japão com o objetivo de aprender e ser ainda mais forte. Estou certo de que, com o apoio dos fãs fantásticos no circuito de Motegi, serei capaz de dar cem por cento”, acrescenta o espanhol da Yamaha.

Para além de Maverick Viñales e Valentino Rossi, no Grande Prémio do Japão a marca dos três diapasões contará com os serviços de Katsuyuki Nakasuga, tripulando uma terceira YZR-M1 oficial.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir