Motociclismo

Mário Patrão cai em Fafe mas aguenta quarto lugar

A participação de Mário Patrão na segunda prova do Campeonato Nacional de Rally Raid, em Fafe, terminou com a obtenção de um quarto lugar. Isto depois do recente vencedor do Morocco Desert Challenge ter sofrido uma queda.

Num evento bastante disputado, que contou com alguns dos melhores especialistas do motociclismo de todo-o-terreno nacional, o piloto da KTM conseguiu evidenciar-se desde o primeiro dia. Nos 265 quilómetros do troço cronometrado de sábado não evitou cair, o que acabou por ter impacto no resultado final.

Patrão entrou ao ataque no setor seletivo de 110 quilómetros que se cumpriu no domingo, acabando por se impor nessa jornada, a última desta prova de navegação organizada pela Naturjipe, com o apoio da R3 – Roadobook Rally Raid.

“Foi uma prova dura, bastante disputada até porque reunia adversários muito fortes. No primeiro dia sofri uma forte queda, mas consegui continuar em prova e, ainda assim, alcançar o quarto posto da classificação. No Domingo a estratégia foi entrar ao ataque e conseguir vencer a etapa do dia”, referiu o piloto de Seia.

O objetivo de Mário Patrão para este evento era ganhar ritmo e preparar-se para o Dakar, o que acabou por ser conseguido: “Quero participar no maior número de provas porque quero estar o mais bem preparado possível para o Dakar. As provas de navegação também são importantes para conseguir alcançar esse objetivo. Por isso, participar nesta segunda jornada do Campeonato Nacional de Rally Raid que percorreu as excelentes pistas desta região minhota foi para mim um prazer”.

Mais partilhadas da semana

Subir