Nacional

Maria Vieira: “Sócrates e ex-presidiário eleito em Oeiras provam que vivemos numa República das Bananas”

Maria Vieira voltou à carga, agora atacando os partidos políticos mais à esquerda e duas personalidades mediáticas. Além de sugerir a “extinção” do Bloco e do Partido Comunista, a atriz refere que “o ‘passarinho’ José Sócrates” e a eleição de Isaltino Morais provam “que vivemos numa autêntica República das Bananas”.

O comentário surge a partir de uma lei polémica aprovada pelo Senado do Brasil (mas falta ainda o Congresso), que define “uma cláusula de desempenho aos partidos” que impede a formação de coligações antes das eleições.

“Se tal medida tivesse sido adotada aqui em Portugal, o Bloco de Esquerda e o Partido Comunista estariam condenados à extinção em vez de se manterem encavalitados na governação do país sem para tal possuírem a necessária representação popular e botarem ‘faladura’ nas decisões nacionais, como se porventura o povo português lhes tivesse dado poder para tal desiderato”, escreveu Maria Vieira.

Mas não se ficou por aqui, lembrando que “o Brasil atravessa graves problemas sociais, económicos e políticos”.

A atriz elogiou os políticos brasileiros por estarem “fazendo coisas (entre as quais, prendendo gente que jamais imaginaria ser presa pelos seus hediondos crimes de corrupção) que aqui em Portugal não se vislumbra que alguma vez venha a ter lugar”, dando até os exemplos de Sócrates e de Isaltino Morais:

“Basta constatarmos o que se passa com o ‘passarinho’ socialista José Sócrates ou com o ex-presidiário recentemente eleito para a Câmara Municipal de Oeiras para verificarmos que vivemos numa autêntica República das Bananas”.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir