Nacional

Maria Vieira: “Contribuintes pagam para Marcelo arbitrar jogos em África”

Maria Vieira não entende os motivos da visita oficial do Presidente da República a São Tomé e Príncipe e criticou Marcelo por “ir passear” e “arbitrar jogos de futebol em África”.

A meio dos três dias da visita oficial ao quinto país lusófono – o chefe de Estado já esteve em Moçambique, Cabo Verde, Brasil e Angola –, Marcelo Rebelo de Sousa quebrou o protocolo ao arbitrar um jogo entre equipas de duas escolas.

E foi essa a imagem que Maria Vieira usou para ‘desancar’ o Presidente da República, acusando-o de andar a “passear”.

“Ninguém sabe o que este senhor lá foi fazer e tem quem ache que ele só lá foi para se banhar algures na Praia da Banana, numa viagem paga pelos contribuintes portugueses”, acusou.

Citando uma notícia sobre esse momento informal de Marcelo, com crianças das escolas da Obra das Irmãs Franciscanas, em Neves, a ‘parrachita’ recorreu à ironia.

“Eis que se descobre que afinal a visita do Presidente português teve realmente uma fundamental importância de Estado: ele foi arbitrar um jogo de futebol disputado por uns putos lá… num lugar qualquer!”

Uma “porca miséria” que Maria Vieira não quis deixar passar em claro.

“Os contribuintes portugueses pagam-lhe o salário para (entre outras banalidades do género) ele arbitrar jogos de futebol em África”, concluiu.

Mais partilhadas da semana

Subir