Nas Notícias

Marcelo: “Quando viro à direita em Portugal a direita está distraída a bater na esquerda”

Marcelo Rebelo de Sousa gozou hoje com o PSD e o CDS, que estão “distraídos a bater na esquerda” e não aproveitam as oportunidades criadas pelo Presidente. “De vez em quando viro à direita, mas a direita não nota. Quando viro à direita em Portugal a direita está distraída a bater na esquerda e não nota. Em vez de aproveitar… não nota”, ironizou o chefe de Estado.

Um recado que surge da outra ponta da Península Ibérica, com a Espanha pelo meio, pois o Presidente da República encontra-se em Andorra, que hoje celebra o dia nacional.

“Agora viramos à direita, coisa que eu em Portugal já não faço há algum tempo”, comentou Marcelo, durante a subida para o Santuário de Nossa Senhora de Meritxell, onde iria assistir a uma missa.

“De vez em quando faço, mas a direita não nota”, continuou o Presidente: “Eu quando viro à direita em Portugal, a direita está distraída a bater na esquerda, não nota. Em vez de aproveitar, não nota”.

De bom humor, Marcelo foi ao ponto de afirmar publicamente que nem sequer tem oposição, quando lhe pediram uma fotografia com ele junto da beira da ravina. Um pedido de alguém “feito com a oposição”, brincou.

“Quem será a oposição ao Presidente que ama todos os portugueses? Não há oposição. Tem de ser alguém muito distraído. Com quotas de popularidade de 80 e tal por cento, tem de ser alguém muito distraído”.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir